sexta-feira, 27 de maio de 2011

A minha apresentação flash - Net Generation

Net Generation é compreendida pela geração nascida nos finais dos anos 80 e inicios de 90. Estes nascem com uma natural aptidão para as novas tecnologias. Escrevem mensagens, mms, e interagem na rede de uma forma que nos faz parecer fácil e a "coisa" mais natural do mundo e tudo isto simultaneamente.


(devido a um qualquer problema do sistema do blogguer não consigo publicar o video, porém fica aqui o tema do mesmo.)

The Social Network.

O filme baseado na história da criação de uma das redes sociais mais badaladas do momento, o filme Social Network foi nomeado com uma série de prémios. Já alguém viu o filme? Tem um argumento interessante, é baseado em factos reais e demonstra as peripécias envolvidas na criação do Facebook. A rede social que hoje utilizamos tão frequentemente tem uma história por trás que merece ser conhecida. Visitem o site oficial!

Aqui fica o trailler:

Prós & Contras

Redes sociais

Uma rede social pode dizer-se que é uma estrutura social composta por pessoas ou organizações, conectadas através da internet, por um ou vários tipos de relações, que partilham valores e objetivos comuns.  
Estamos habituados a lidar com a internet em quase todas as suas utilidades, nomeadamente, as redes sociais. Sabemos que é uma forma simples, prática e eficaz de comunicar, fazendo por isso que tenha um grande número de adeptos de diferentes meios sociais, culturais e políticos, onde cabe um defende o que lhe convém. Reforça o diálogo entre quem se conhece e potencia a socialização com quem não se conhece.

No entanto, têm impacto na vida de cada um, pelas suas vantagens e desvantagens.

Vantagens das redes sociais: 
  1. Utilização grátis;
  2. De acesso simplificado;
  3. Não tem qualquer tipo de preconceito, pois é acessível a qualquer um;
  4. Potencia a comunicação;
  5. Dá-nos acesso a informação de diferentes teor;
  6. Serve de plataforma para nos darmos a conhecer, quer a nível pessoal com profissional.
Desvantagens: 
  1. Potencia a exposição da vida pessoal;
  2. Não controla de forma cuidada o teor do que é publicado;
  3. Serve de plataforma de acção para pessoass mal intencionadas;
  4. Quebra a comunicação real entre as pessoas;
  5. Não promove a socialização saudável;
  6. Cria dependência;
  7. O seu acesso simplificado faz com quem menores e outros grupos não indicados tenham acesso. 
                                                                                                                            


Pessoalmente, o que mais me assusta, são as pessoas que estabelecem um relação demasiado real com quem comunicam, a sua partilha de ideais, de gostos e vontade, muitas vezes fazem com que se tornem prezas fáceis para alguém mal intencionado. Devemos ter consciência e criar uma barreira entre utilizador e internet, não esquecer que há uma série de cuidados a ter, porque nunca se sabe quem do outro lado está a escrever. Para além disso, devemos ser conscientes e perceber o tipo de diálogo que podemos manter com alguém via internet, porque a socialização real permite-nos conseguir avaliar atitude de quem conversa connosco, através de uma rede social isso não acontece. Não sabemos a postura, a forma e o tom com que "falam" connosco e o alcance daquilo que querem dizer, para além disso, muitos são os casos em que a pessoa se envolve de tal forma que quando a conexão é desligada de forma brusca, a pessoa tem consequências psicológicas pela falta de poder de comunicação no imediato já quem terminar uma conversa não depende de um virar costas, mas de um clique.

quinta-feira, 26 de maio de 2011

Vídeos Virais.

video

Este vídeo, foi elaborado no âmbito da cadeira de produção de video II leccionado pelo professor Francisco Amaral. O seu objectivo é tornar-se viral. Mas o que é isto dos videos virais?

  • Os videos virais podem ser de teor humorístico, interactivo e criativo. Primam pela originalidade e perspicácia, tentanto sempre despertar atenção, emoção e envolvência, o seu conteúdo tende a ser imitável;
  • Geralmente a sua duração é de 15 segundos a 3 minutos, propositadamente, pois pretende focar atenção de quem o vê, sem o aborrecer;
  • O objectivo deste tipo de vídeo, é a circulação na internet. Um grande número de visualizações vai fazer com que este se torne popular e maioritariamente o utilizador que o publica pretende esse fim;
  • Tem o inconveniente de a sua popularidade ser momentânea, já que, existem enúmeras actualizações na internet, que fazem com que algo deste género seja volátil.
Concretamente no video que apresento, o objectivo fulcral é ajuda. Trata-se de um video interactivo, que procurar ajudar as mulheres a automaquilharem-se para que fiquem fantásticas sem precisarem de mais ninguém.

quinta-feira, 14 de abril de 2011

Software Social - «O que a Internet fez com você e o que você pode fazer com ela.»



O Software social cada vez mais é visto como uma partilha e também uma forma de interacção de conhecimento no âmbito social, fazendo-se notar as capacidades humanas e não somente o meio por onde essas se propagam. Este estimula as comunicações grupais. Pode ser aplicado ao nível da aprendizagem pessoal (e-learning) como num contexto empresarial. Neste conceito inserem-se os termos: blogs, fóruns, chats, e-mails, mensagens instantâneas. Ambos os meios são fundamentais para o desenvolvimento social, tendo em conta, que são formas rápidas, eficazes e directas de se fazer exprimir uma opinião para um número alargado de receptores. Este género de software está cada vez mais presente no quotidiano e tende a para a expansão. Estamos inseridos numa sociedade cada vez mais informada e informatizada, o futuro, é impensável quando não se inserir nele adaptação das pessoas a este meio de comunicação. Este dado verifica-se facilmente através da adesão de instituições, governamentais e não governamentais, em massa a este conceito.
"Os termos wiki (pronunciado /uíqui/ ou /víqui/) e WikiWiki são utilizados para identificar um tipo específico de coleção de documentos em hipertexto ou o software colaborativo usado para criá-lo.
O termo "Wiki wiki" significa "extremamente-rápido" no idioma havaiano." in wikipedia



Mecanismos wiki: Mediawiki, MoinMoin, Usemodwiki e twiki.
Imensas são as vez em que os alunos, ao elaborarem trabalhos, recorrem à wikipédia pensando ser totalmente confiável, no entanto, desconhecendo que uma das características da tecnologia wiki é a facilidade com que as páginas são criadas e alteradas por qualquer pessoa que se ache detentora de informação acerca de qualquer tema. Na wikipédia não existe qualquer tipo de revisão antes de as modificações serem aceites, o que faz com que a informação nela contida possa não ser fiável. Ao procurarmos por um tema normal, essa página seleccionada poderá ter um imenso número de outras páginas, as quais poderam estar relacionadas com o teor da que estamos a visitar. É uma forma simples, mas complexa da busca de informações, que deve ser vista com cautela para evitar informações erróneas.

CMC + Blogosfera

  • O que são weblogs?
Os weblogs permitem às pessoas, de uma forma mais simples, publicarem algo sem ser necessário terem grandes aptidões informáticas, para além disso, dá uma maior facilidade e à vontade para se expressarem e poderem moldá-lo a seu gosto.


  • Alguns factores que motivam a criação de blogs:
     1. Companhia;
     Ex: Pessoas idosas, desocupadas ou doentes.


    2. Necessidade de comunicarem de forma não visual.
    Ex: Pessoas com dificuldades em comunicar por motivos pessoais ou outros.


Em ambos os casos, os blogs conferem uma maior capacidade de interacção, companhia e desenvolvimento social, porque de forma simples, rápida e eficaz, os sesus utilizadores comunicam, criam, investigam e até se divertem.




"A blogosfera é: o espaço social criado pelos weblogs. A liberdade de expressão caracteriza esta nova ágora, onde tudo pode ser dito e publicado."



Existem vários tipos de blogs nacionais e internacionais:


  1. wordpress;
  2. blogger;
  3. type pad;
  4. blogs do sapo;
  5. weblog.com.pt.


CMC
 Comunicações mediadas por computador.

CMC é uma comunicação interpessoal utilizada através da tecnologia computacional para expôr ou partilhar informações. As ferramentas CMC dividem-se em 2 grupos:

  • Ferramentas sincronizadas (a comunicação feita em tempo real. Ex. chat, msn, videoconferência);
  • Ferramentas Assíncronas (não é necessário participação "fisica", não é em tempo real. Ex. e-mail, fóruns de discussão).

sexta-feira, 25 de março de 2011

Us Now - Visualização.


Apesar de alguma dificuldade em compreender alguns dos termos usados no documentário Us now, houveram dois conceitos que me chamaram atenção: "coachsurfing" e "gestão do futebol interactivo".

O primeiro conceito não me era totalmente desconhecido e até por mim apreciado. É uma forma económica e que dá oportunidades, alarga horizontes a quem não tinha possibilidade de viajar e ficar num hotel devido ao elevado custo. Ninguém, nos dias de hoje, tem desculpa para nao conhecer novas culturas e vivênciar novas experiências. Ter um "sofá" no outro lado do mundo, à nossa mão está ao alcance nao so de todos como de cada um.

A gestão do futebol interactivo o "Ebbsfleet United" pelo que percebi só existe em Inglaterra e quem sabe se não se irá instituir noutras partes do mundo e criar um novo conceito de futebol. Embora na minha opinião seja um pouco estranho. A visualização do filme serviu para me alertar para novas realidadese despertar interesse acerca de alguns conteúdos.



Ciberactivismo.

Ciber + Activismo




Ciberactivismo, é a utilização de novas tecnologias para a defesa de alguma ideia, utilizando a internet como modo de difusão.


Este conceito é utilizado por qualquer pessoa comum, mas também bastante utilizado por empresas, através do marketing e por organizações não governamentais, tais como a GreenPeace ou Amnistia Internacional.


Recentemente ouvimos falar do conflito no Egipto, em que as forças políticas tentaram criar barreiras à saída de informação acerca do que se estava a passar. Embora essas barreiras tivessem sido criadas e tivessem havido esforços para que não houvesse fuga de informação, existe sempre maneira de se espalhar informação. Neste caso, o ciberactivismo esteve presente. A comunidade virtual do Egípto deu um belo exemplo de como se pode dar a conhecer a realidade de um sítio, ao resto do mundo, tal como.

Comunidade Virtual.

"Segundo Howard Rheingold, as comunidades virtuais são agregações sociais que emergem da Rede quando existe um número suficiente de pessoas, em discussões suficientemente longas, com suficientes emoções humanas, para formar teias de relações pessoais em ambientes virtuais, alterando de algum modo o Eu dos que nele participam. A possibilidade da comunidade virtual vem da intersecção de três tecnologias: o computador, o telefone e o software conhecido como internet - que é, na realidade, o sistema operativo para a rede telefónica digitalizada. O telefone providencia comunicações em dois sentidos e uma infraestrutura para ligar globalmente; o computador digitaliza e armazena informação, e providencia um interface ao utilizador; a internet permite aos computadores utilizarem o sistema telefónico. À medida que o sistema telefónico se torna também digital, links de grande largura de banda estão também acessíveis por todo o lado, aumentando o potencial deste novo híbrido tecnológico.

O termo comunidade virtual sugere aparentemente comunidades que só existem no ciberespaço. Mas implica, mais exactamente, uma nova forma de ligação que passa a existir no meio de, ou entre, comunidades no espaço real, biológico, ligando-as e estendendo-as, trazendo mesmo novas comunidades reais para o seu contacto. É um alargamento da comunidade pela adição de um novo espaço de interacção, espaço virtual onde fluxos expandidos de relações solidárias podem ser criados. É um curto passo a fusão do espaço mental de indivíduos de um modo que expande o próprio conceito de comunidade.
Mas que futuro terá esta comunidade?" in citi.pt

Pessoalmente, creio que o futuro deste conceito de comunidade virtual está cada vez mais em voga e principalmente com propspecção de evoluir e subsistir. As pessoas hoje são também produtoras de conteúdos e há uma maior necessidade de partilha, isso verificasse pela necessidade de exprimirem informações relevantes, às mais vagas, apenas e só pela partilha e pelo espírito de comunidade que está impresso na actualidade, em todas as redes sociais. Os utilizadores pretendem manter e fabricar novas relações e novos tipos de relações, tal como expressarem-se, desabafarem, partilhar truques, dicas, dar conselhos e entreterem-se em grupo, mas de forma individual... 

Há que ter em conta que nem sempre estas relações são fiáveis e os laços que se criam são extremamente voláteis e frágeis, um simples clique pode terminar com o contacto com a outra pessoa, sem que exista qualquer sentimento de culpa do lado de quem pratica a acção.  No mundo real, concerteza que as relações não se podem nem se devem construir nesta base, no entanto, se soubermos utilizar os meios existentes temos tudo a ganhar, não só nos cultivamos, como conhecemos novas pessoas, novas realidades, novos conceitos e até nos mostramos ao mundo.

Para ler mais acerca do tema: Virtuais comunidades

sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Os Social Media.

  • Os social media mais utilizados hoje em dia são:
Todos os exemplos dados, são de uso gratuito, de fácil acesso, extremamente úteis e eficazes na divulgação de conteúdos, cada qual com o seu domínio. Permitem acesso a música, notícias, fotos e a informação de diversas matérias. São chamadas as "redes sociais" ou comunidades, como mutias vezes lhe chamam. Pessoalmente, utilizo com maior frequência Facebook e o Youtube, embora tenha aderido ao twitter recentemente. Já tinha ouvido falar deste servidor, em conversas com amigos ou até mesmo na televisão, mas nunca me tinha suscitado curiosidade. Admito que sou um pouco comodista nesse apecto e mesmo o Facebook que já existe há algum tempo, aderi há uns meses. Quanto ao twitter estou em fase de experimentação. Já o youtube, é um site que visito há muito. Gosto imenso e passo horas a ver videoclips, episódios de séries e novelas que não vi, ou até mesmo programas de televisão que me interessam, mas que não tive oportunidade de os ver quando estavam no ar, enfim uma variedade de conteúdos. Acho extremamente útil e eficaz. De forma simples, os social media são uma fonte de informação, divulgação e entretenimento.